Buscar
  • Marketing LBF

Franquia de baixo custo é a solução.


Franquia de Baixo Custo um bom investimento.

Segundo relatório do primeiro trimestre do ano da Associação Brasileira de Franchising (ABF), mostra que o setor de franquias teve um aumento de 5,2% no faturamento dos últimos 12 meses, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Mesmo vivenciando um cenário de crise economia mundial, o setor de franquias cresce, e para novos empreendedores a tendência atual e pós pandemia são as franquias de baixo custo.

Mas por que investir em uma franquia?

Por diversos fatores:

  • Marca consolidada no mercado;

  • Suporte e treinamento;

  • E valores mais acessíveis;

  • Modelo Home Office.

Além disso, está surgindo um “novo normal” e com ele algumas mudanças no método de trabalho.

Para Luis Rasquilha, CEO da Inova Consulting, é preciso se preparar para um novo normal. "Vivemos um momento delicado, mas ele vai passar e novas tendências vão surgir", disse o executivo durante o EuFest, festival online e gratuito realizado pelo Eureca, com parceria de mídia de Época NEGÓCIOS.

Então o que este formato apresenta:

1. Mídia Digital: o uso de veículos online irá tornar-se mais acelerado daqui pra frente. As pessoas querem saber o que está acontecendo, as redes sociais, sites de jornais, revistas, rádio e televisão digitalizaram-se e despejam conteúdo diariamente. Informação acima de tudo.

2. Conectividade: neste novo modelo não podemos acreditar que, por exemplo, reuniões serão como era antes, agora será tudo digital. Gestores e prestadores de serviços devem adaptar-se a este meio de comunicação. Antes o que era resolvido por reuniões longas, será resolvido por email.

3. Trabalho e Educação Online: o ensino à distância antes criticado anteriormente será a nova forma de educação. Todos os níveis de aprendizado serão remodelados, quem ainda não se adaptou irá ter que correr atrás do tempo para manter-se no mercado.


4. Encapsulamento 2.0: muitas pessoas pós pandemia vão preferir ainda ficar em casa, por questão de conforto, menos stress e gasto de tempo em deslocamento. Dar atenção a família e administrar o tempo de trabalho será a opção para muitos.

5. Humanismo e Solidariedade: as pessoas passaram a ajudar uns aos outros, pensar mais na família, naqueles que amamos se tornou prioridade, o mais importante é a vida. Tornou-se comum irmos ao mercado para um vizinho idoso, comprar produtos de pequenos empresários, tornamos nossos dias mais humanos.

6. Novos serviços: muitas empresas de bairro passaram a oferecer facilidades para os clientes, como serviço de entrega. Começamos uma valorização do que é nosso, do que está próximo, deixando de lado aquelas empresas menos humanizadas.

7. Novos modelos de negócios: muitos vão perder a importância, enquanto outros irão se destacar. Aquelas empresas de modelos tradicionais precisam se reinventar ou estarão fora do mercado. Os setores que podem ficar em desvantagem pós-pandemia são: automotivo, combustível, construção, negócios imobiliários, petróleo, turismo e viagem. Já os que podem levar vantagem são: seguro de vida, saúde e medicina, agricultura, bem-estar, e-commerce, educação à distância, energia, entretenimento digital, logística.

Certo, mas o que isso impacta em nosso negócio?

Sabendo que o mercado tende a crescer e manter-se ativo, os resultados a curto prazo tornam-se maiores.

Portanto, o momento é promissor, agora é a hora de decidir seu sucesso!




1 visualização

Comunicação

Assessoria de Imprensa

© 2020 por Life Brasil Franchising. Orgulhosamente criado por b36 tecnologia