Buscar
  • Marketing LBF

Inventário - Custos médios



Primeiro vamos entender o que é um inventário.


É um processo que deve ser realizado quando uma pessoa morre e deixa bens e/ou dívidas, é necessário ser aberto e identificado os herdeiros e descrição de tudo deixado pela pessoa falecida.


Feito isso é preciso pagar os impostos e, então, distribuir a herança entre os herdeiros e eventuais credores.


Existem três custos principais no processo de inventário: Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doações (ITCMD), custos e taxas processuais e os honorários advocatícios.


Na maioria das vezes os clientes não estão preparados financeiramente para todos os custos, e querendo que o processo seja o mais rápido possível.


É neste momento que você precisa explicar a eles da importância de ter um Seguro de Vida para cobrir estes custos que podem chegar a 20% do valor do patrimônio deixado, e que este valor é pago pelos herdeiros.


Um dos benefícios de se ter um Seguro de Vida é que o mesmo não se enquadra como herança e é livre de imposto de renda, ou seja, é um ótimo auxílio financeiro na hora que mais se precisa.


Importante salientar também é o prazo de abertura para o inventário que é de 60 dias após o óbito, pois, há uma multa de 10% sobre o ITCMD devido passando o período, e que tendo Seguro será mais rápido o processo de entrada.


Portanto, informe seus clientes, auxilie eles a escolher a melhor proposta de acordo com suas necessidades.





0 visualização

Comunicação

Assessoria de Imprensa

© 2020 por Life Brasil Franchising. Orgulhosamente criado por b36 tecnologia